Saiba mais
Idioma
Menu
Menu
Idioma

Conversa de mercado: Tatiana Durelli, Bemis Latin America

Agosto, 2018
A coluna mensal ‘Conversa de Mercado’ tem como objetivo trazer os mais recentes investimentos e movimentações do setor, aumentando o conhecimento sobre os concorrentes, especulações de mercado e ações das principais companhias.

Este mês, apresentamos Tatiana Durelli, Especialista de Marketing na Bemis Latin America. Fundada em 1858 nos Estados Unidos, a Bemis é um fornecedor global de embalagens  que tem desempenhado papel influente na indústria ao longo dos anos, desde a sua fundação. Com sede em Neenah, Wisconsin, atende clientes em todo o mundo e produz embalagens para produtos encontrados em praticamente todos os corredores do supermercado.

Tatiana Durelli

Engenheira de Alimentos com Pós-Graduação em Administração, Tatiana é responsável pelo desenvolvimento dos mercados de higiene e cuidados pessoais, farmacêutico e pet food por meio da definição das estratégias de marketing.

Entrevista

Como está sendo 2018 para vocês? Já conseguem projetar crescimento? De quanto (%)?
No Brasil, o mercado de embalagens é um dos principais indicadores de confiança do empresariado. Quando a economia do país está em momento positivo é possível ver, claramente, esse reflexo na demanda de embalagens. O crescimento do setor está totalmente ligado ao movimento econômico do comércio do País.

Qual é o carro forte da Bemis?
A Bemis é líder de mercado de embalagens e em 2018 está completando 160 anos de existência. Atuamos com forte segmentação de produtos nos mais diferentes mercados como cosméticos, alimentos, bebidas, farmacêuticos, higiene pessoal, limpeza doméstica e pet food, sem distinção.

Nosso objetivo é estar em constante busca por embalagem funcionais, de qualidade e com custo competitivo, em formatos e designs atraentes, para melhor atender nossos clientes.

A produção de vocês é nacional ou importada?
A Bemis é uma empresa multinacional de embalagens plásticas flexíveis, e, como tal, atuamos no mundo todo: Brasil, América Latina, Estados Unidos, Europa e Ásia-Pacifico.

Temos unidades fabris em vários países, onde servimos os maiores brand owners dos mercados de cosméticos, farmacêutico e alimentício com uma proposta multipackaging, com nosso portfólio embalagens Flexíveis, Tubos Laminados, Embalagens rígidas e semirrígidas.

Além disso, a Bemis conta com o BIC -Bemis Innovation Center, localizado em Neenah, nos Estados Unidos, para pesquisa e desenvolvimento de produtos em parceria com os clientes.

Vocês estão presentes em todas as regiões do Brasil? Atuam em algum outro país da América Latina, além do Brasil? Se sim, qual?
A Bemis tem foco no crescimento sustentável e lucrativo, sempre voltada às necessidades de mercado e de seus clientes. Além disso, somos uma empresa inserida nas diversas tecnologias atuais e futuras, que possam contribuir para nossa cadeia de valor.

Líder no mercado de embalagens no Brasil, a Bemis tem 10 fábricas instaladas em São Paulo, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e no Paraná. Também está presente na Argentina, no Chile, no México, no Peru e no Uruguai, totalizando 15 unidades, três escritórios comerciais na América Latina.

Qual é a representatividade do Brasil perante a matriz?
A América Latina representa 18% das vendas.

Qual a principal tendência no mercado de embalagens para este ano?
Neste último, percebemos uma tendência muito grande de migração de frascos para embalagens flexíveis e de tubos laminados, principalmente, por propiciar ao consumidor uma experiência melhor de uso como a máxima utilização do produto, além de propriedade squeezable, e por ser uma embalagem mais moderna.

Além disso, temos observado tendências nacionais e mundiais focadas em sustentabilidade. Vemos uma crescente demanda por stand up pouch como opção de refil ou como embalagem final, mudando a forma como o consumidor utiliza o produto.

Seguindo a premissa de que a solução certa de embalagem cria experiências de consumo que melhoram a vida das pessoas, a Bemis acredita que a inovação se consolida, cada vez mais, como o caminho para a fabricação de embalagens criativas.

Nesse contexto, nos enxergamos como provedor de soluções alinhadas com as tendências, uma vez que oferecemos várias opções em alta no mercado de higiene e beleza, para o qual temos: envoltório, sachê/ stick pack, flow pack, stand up pouch, e tubos laminados.

Um desenvolvimento de destaque é o efeito táctil que pode ser aplicado sobre embalagens flexíveis e simulam o Papel, Madeira, Couro, e etc. Isso dá ao brand owner a possibilidade de elaborar a apresentação de seu produto e se conectar melhor com o shopper.

Ou seja, esse cenário atual de tendências possibilita o desenvolvimento de embalagens mais práticas na sua utilização, mais finas, mais sustentáveis que as opções de embalagens presentes no mercado, e com melhor performance nos equipamentos de envase de nossos clientes.

Enxergam que esse ano tem sido melhor para o mercado cosmético?  
Segundo a Euromonitor, 2017 provou ser um ano desafiador, apesar de uma recuperação muito mais rápida do que o previsto para o mercado de beleza e cuidados pessoais no Brasil. As vendas registraram crescimento de valor marginal mais alto, porém muitos brasileiros continuaram adotando uma abordagem mais conservadora em relação ao consumo, selecionando cuidadosamente itens que oferecem a melhor relação custo-benefício. Mesmo assim, as expectativas de um resultado mais forte em termos de consumo são explicadas pelo baixo nível de inflação ao longo do ano. Em 2018 espera-se que o cenário melhore ainda mais. A projeção para as vendas de produtos de beleza e cuidados pessoais é de crescimento em torno de 3,4% em volume quando comparado com 2017, seguindo a tendência geral. Para o período de 2017-2022 é esperado taxas de crescimento em volume em torno de 3,7%.

Quais foram os lançamentos em 2018? Como funciona o calendário de lançamentos de vocês?
No mercado de cosméticos, gostaríamos de destacar que, em 2017, o Boticário lançou a linha Match (shampoo e condicionador) em tubo laminado. A concepção da arte de Match explorou a relação da estrutura metálica com a qualidade de impressão para obtenção de um produto com aspecto Premium, além do destaque do produto, chamando atenção do consumidor e contribuindo na venda. A bisnaga laminada permite a máxima utilização do produto devido ao tubo ser “squeezeble” evitando o desperdício.

Na produção do tubo laminado é utilizado 50% menos material quando comparada a um frasco (embalagem convencionalmente utilizada). A logística inbound é beneficiada devido ao transporte de ≅ 20% mais de unidades por carga que o frasco, reduzindo emissão de CO2. Além disso, não existe refugo (resíduo) de material no processo de fabricação da embalagem, todo o material segue para a reciclagem secundária, como um exemplo, o material pode ser convertido em telhas.

Quais foram os últimos investimentos da empresa? Tem novos à vista?
A Bemis investiu em 2017 cerca de R$ 200 milhões em modernização de equipamentos e ampliação da capacidade produtiva. Alguns destaques para os segmentos de Alimentos Líquidos e Pet Food (investimento em equipamentos de última geração para impressão, laminação e formação de pouches), Mercado Farmacêutico (investimento em impressora de última geração, com foco em produtividade, flexibilidade de tamanho de lote e aspecto visual).

Outro ponto de destaque é o investimento feito pela Bemis em uma impressora flexográfica gearless que possibilita uma qualidade de impressão sem precedentes para o mercado de tubos laminados destinados a oral care e personal care. Essa maior qualidade de impressão faz com que características como brilho, cor, e o tema da arte impressão sejam apresentadas no PDV de forma fiel ao que foi definido pelo brand owner.

Gostaria de fazer alguma consideração?
Um dos diferenciais Bemis é que enquanto nossos concorrentes são convertedores (compram substrato, imprimem e laminam), nós somos verticalizados na produção de boa parte dos laminados (filmes plásticos) que utilizamos.

Isso nos possibilita o desenvolvimento de embalagens mais práticas na sua utilização, com maior apelo de Gôndola, mais finas, mais sustentáveis, e com melhor performance nos equipamentos de envase de nossos clientes.